Soteropolitano, mas radicado em Belém do Pará desde os três anos de vida, o ex-campeão dos meio-pesados do UFC, Lyoto Machida, está muito próximo de enfrentar um de seus maiores desafios. Não somente pelo adversário da vez, Randy Couture, uma lenda viva do MMA, mas pelo momento especial de sua carreira.

Derrotado nas últimas duas lutas – contra o brasileiro Maurício Rua, o ‘Shogun’ (quando perdeu o título), e para o americano Quinton Jackson, o ‘Rampage’, por pontos ( em resultado contestado) – Lyoto admite estar sob pressão e reconhece no UFC 129, em Toronto, neste sábado, 30, a partir das 22h, (com transmissão ao vivo do SporTV), a chance de reerguer-se e recuperar o prestígio no torneio.

Num bate-papo via e-mail (por intermédio do seu agente Ed Soares), “The Dragon” ou simplesmente o “Dragão” destacou o que espera do combate: “Será uma luta franca. Difícil, é claro, pois do outro lado estará um mito. Estou confiante”, declarou. O UFC 129 também terá mais quatro lutas no Card principal. Duas, por sinal, envolverão defesa de cinturões.

(A Tarde)