O Sindicato dos Bancários do Ceará realizou manifestação na última sexta-feira, dia 8/4, na Praça do Ferreira e no Edifício-sede da Caixa Econômica Federal para, com reuniões junto à sociedade e empregados da Caixa, voltar a exigir por parte da direção do banco, esclarecimentos a respeito da denúncia apresentada dia 12/1 à Comissão de Ética, que envolvia o ex-superintendente da entidade Allan Pires Aguiar, que por informação dos empregados da própria empresa, se encontrava ausente desde 2007, mas percebendo salários e direitos de empregados como se estivesse exercendo normalmente a sua função.

No mais autêntico estilo do humor cearense, durante a manifestação, foi feita uma lavagem da calçada da agência Praça do Ferreira e da rampa de acesso ao Edifício-sede, com a presença de baianas, de um pai de santo, de um padre exorcista e de um fantasma, que tinham a missão de traduzir para a sociedade o que de fato acontece internamente na Caixa.

Na ocasião, o presidente do Sindicato dos Bancários, Carlos Eduardo Bezerra, cobrou providências urgentes por parte da direção da Caixa Econômica. “Vivemos um momento diferente na sociedade brasileira e precisamos exorcizar qualquer empregado fantasma da entidade para que a Caixa seja vista com o devido respeito que merece pela sociedade brasileira”, disse.

O ex-superintendente Allan Pires, o empregado da Caixa mais bem pago no Ceará, participou da gestão Lúcio Alcântara e ao final de 2006 teve seu ponto batido todos os dias, fazendo os cursos obrigatórios da empresa. Como? Ninguém sabe. “Ele estava lotado na Superintendência e nós sempre dissemos que o conjunto daquela superintendência, Fortaleza Sul, tinha pleno conhecimento disso. Então, não só denunciamos o Allan Pires Aguiar, mas toda a superintendência que permitiu que ocorresse tal fato. Isso desonra os empregados da Caixa”, afirmou o presidente da APCEF, Áureo Júnior.

A direção do Sindicato apurou que, após a cobrança da entidade à direção da Caixa, houve o retorno do bancário, que está destacado, na Agência da avenida Oliveira Paiva, isento de bater o ponto.

(Portal Bancários Ceará)

Anúncios