A Caixa Econômica Federal abriu inscrições para o incentivo à pós-graduação 2011 na modalidade lato sensu. Os empregados interessados em receber o incentivo devem realizar manifestação de interesse através da página da Universidade Caixa até o dia 20 de abril. A oferta de cursos para aperfeiçoamento profissional é uma conquista da campanha nacional dos trabalhadores da empresa de 2010.

O acordo firmado com a Caixa previu a ampliação do número de bolsas de graduação de 4,6 mil para 5 mil. As bolsas de idiomas deverão ser ampliadas de 2,6 mil para três mil, priorizando as unidades localizadas em fronteira e nas cidades-sede da Copa 2014.

O processo de seleção é baseado em alguns critérios, como tempo de Caixa, se o empregado possui ou não curso de pós-graduação realizado por iniciativa própria, função gratificada exercida, relevância do curso para a vice-presidência ou superintendência a qual o candidato está vinculado e também a importância do tema do projeto para a unidade de vinculação do empregado.

Antes de realizar a inscrição, o candidato deve ter um pré-projeto de sua monografia, que será apreciado por sua vice-presidência de vinculação de acordo com sua relevância e interesse.

A Caixa financia até 70% do valor do curso, sendo que o restante deve ser custeado pelo empregado. Mais informações constam do RH 186, que regulamenta o assunto.

Exigências

O empregado deve ter um ano de efetivo exercício na Caixa, não estar cursando outra pós-graduação com incentivo da Caixa e a instituição de ensino superior deve ser credenciada pelo MEC para cursos de graduação.

Cronograma
Análise de requisitos e impedimentos acontecerá de 25 a 27 de abril, envio dos projetos pré-classificados às Vice-Presidências – 28 de abril, divulgação dos projetos selecionados – 6 de maio e apresentação da documentação pelos selecionados- 7 de maio.

Fonte: Contraf-CUT com Fenae

Anúncios