O banco chinês ICBC (Industrial and Comercial Bank of China), um dos maiores da China, entrou com pedido formal para começar a atuar no mercado brasileiro.

De acordo com o comunicado do pedido no Banco Central, o braço de atuação do banco chinês será chamado IBCB do Brasil Banco Múltiplo S.A. e terá sede em São Paulo.

A instituição terá um capital inicial de US$ 100 milhões e vai operar carteiras comerciais e de investimento, além de atuar no mercado de câmbio. O anúncio do pedido vem a público em meio à visita da presidente Dilma Roussef à China para estreitar relações comerciais com o país.

A cooperação na área financeira foi um dos temas tratados na visita entre Dilma e o presidente chinês, Hu Jintao, segundo comunicado conjunto reproduzido na agência oficial Xinhua News Agency. “Os governos do Brasil e da China saúdam a criação de filiais de instituições dos dois países”, afirma a nota.

(Folha Online)