Daniela Cruz D’ Gino, de 28 anos, a mãe que deu o filho de apenas cinco dias, para Rosielba Cristina, presa por tentar embarcar com a criança no Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, também foi detida. Ela foi localizada pela polícia civil de Jaguaquara, no município de Maracás, a 365 km de Salvador, na noite de segunda-feira (11). Ela disse que não vendeu a criança, mas ‘apenas’ doou.

Em depoimento para a delegada Maria Damásio, a acusada disse que não tinha condições sociais e psicológicas de criar a criança. Daniela vive com a pensão de seu outro bebê de três anos, e conta com o apoio financeiro do pai.

Quando sentiu as dores do parto, teria entrado em contato com Rosielba que viajou de Fortaleza em direção à Bahia. “Me arrepender eu nem sei. Mas no momento da entrega eu senti sim”, disse a acusada em entrevista ao blog de Marcos Fhram.

Ainda de acordo com a delegada, a mãe biológica responderá por abandono, já que existem outras maneiras legais de entregar o filho para a adoção e não o entregando para uma pessoa desconhecida. Daniela está detida na Delegacia de Polícia de Jaguaquara.

(Correio 24 Horas)