RJX: Time de vôlei de Eike Batista é apresentado no Rio de Janeiro

https://dialogospoliticos.wordpress.com/2011/07/20/rjx-time-de-volei-de-eike-batista-e-apresentado-no-rio-de-janeiro/

MATÉRIA PUBLICADA EM 20/07/2011

O magnata Eike Batista, considerado o homem mais rico do Brasil, apresentou nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, o time RJX de vôlei masculino, que contará com jogadores como Dante, Lucão e Théo.

“O Rio de Janeiro esperava a chegada de uma equipe masculina e tomara que a torcida seja receptiva com este novo projeto e que ajude a gente a crescer”, disse o meio-de-rede Lucão à Agência Efe.

O nome RJX é formado pelas siglas da cidade e pela letra “X”, presente em todas as empresas de Eike Batista, em alusão ao fator de multiplicação dos lucros.

O elenco será formado por jovens talentos e jogadores como o levantador Marlon, o oposto Theo, considerado o melhor atacante da Liga Mundial de Vôlei de 2011, e o meio-de-rede Lucão.

O treinador do RJX, Marcos Miranda, o Marcão, declarou na apresentação do novo time que seu propósito é construir uma equipe competitiva.

“Estou muito feliz de fazer parte de um grupo maravilhoso no qual tenho grandes amigos e um grande corpo técnico”, apontou Marcão.

Confira o elenco do RJX:

Ponteiros: Dante, Thiago Sens, Luiz Felipe Chupita, Vinícius e Renan
Levantadores: Marlon, Guilherme e Vitor
Opostos: Théo e Paulo Victor.
Meios de rede: Lucão, Riad, Ualas e Luiz Carvalho Roque.
Líberos: Alan e Carlos Eduardo Viana.

(EFE)

 

 

O empresário Eike Batista, eleito pela revista “Forbes” o oitavo mais rico do mundo, confirmou neste sábado, em sua conta no Twitter, o apoio a um time de vôlei masculino no Rio de Janeiro.

“Iniciativas voltadas à prática do voleibol masculino no Rio contam agora com o apoio do Grupo EBX! Patrocínio prevê a criação de um time de vôlei masculino no estado do Rio, o RJX. Novo time está em fase de contratação e terá Maracanãzinho como centro de treinamento e arena de jogos. Iniciativa contempla a formação de jovens jogadores e apoio à Escola de Vôlei Bernardinho em comunidades ocupadas por UPPs” – escreveu Eike em seguidas mensagens no microblog, na tarde deste sábado.

O projeto tem o envolvimento do preparador físico da Seleção Brasileira, José Inácio Salles, e do ex-técnico Radamés Lattari. Este, aliás, deverá ser o coordenador do projeto.

“Faço parte do projeto, não só da equipe de vôlei. Já está tudo confirmado, e a partir de segunda-feira devemos estar liberado para fazer contratações”, disse Lattari.

O levantador Bruninho, o central Éder, o oposto Théo e o ponteiro Dante, todos da Seleção Brasileira, são prováveis reforços da nova equipe.

O investimento total do projeto será em torno de R$ 13 milhões.

FORTUNA
O empresário Eike Batista colocou R$ 23 milhões na campanha que fez do Rio de Janeiro a sede da Olimpíada-2016.

No fim do ano passado, Eike anunciou uma parceria com um grupo estrangeiro para fazer negócios nas áreas de esporte e entretenimento.

O brasileiro tem fortuna estimada de US$ 30 bilhões (cerca de R$ 48 bilhões).

(Folha Online)

Anúncios