O brasileiro Alexandre Pato foi decisivo no clássico entre Milan e Inter de Milão disputado neste sábado (2) pela 31ª rodada do Campeonato Italiano. O atacante marcou duas vezes na vitória por 3 a 0 do Milan, que deixou a equipe ainda mais próxima da competição. Cassano, que entrou no lugar do brasileiro, marcou o terceiro gol.

Sem Ibrahimovich, machucado, Robinho e Thiago Silva – os outros dois brasileiros na equipe do Milan – também se destacaram. O atacante teve, pelo menos, três grandes oportunidades de ampliar o marcador, mas parou nas ótimas defesas do goleiro brasileiro Julio César – grande nome no jogo do lado da Inter.

Do outro lado, a Inter sentiu a falta do zagueiro brasileiro Lúcio, que estava suspenso, e o setor defensivo falhou nos três tentos dos milanistas.

No primeiro gol, Pato aproveitou rebote da zaga para marcar; depois, a zaga da Inter deixou Abate livre na direita, que cruzou para Pato fazer o segundo gol; para completar, Zanetti fez pênalti em Cassano aos 45min do segundo tempo.

A Inter entrou na rodada com 60 pontos, contra 62 do Milan. Se vencesse, a Inter de Milão assumiria a ponta do Calcio.

Com o resultado, o Milan chegou aos 65 pontos e disparou na ponta do Campeonato Italiano. Agora, a segunda colocada, a própria Inter, está a 5 pontos de distância e ainda pode ser ultrapassada pelo Napoli, que enfrenta a Lazio em casa neste domingo (3).

Na próxima rodada, a Inter de Milão tenta a reabilitação contra o Chievo, em jogo marcado para o próximo sábado (9), às 13h, no estádio Giuseppe Meazza, em Milão. Já o Milan encara a Fiorentina fora de casa, em partida que será disputada no domingo (10), às 15h45.

O jogo

O Milan começou a partida a todo vapor e, logo no primeiro minuto de jogo, Alexandre Pato aproveitou rebote do goleiro Julio César, após chute de Robinho, para abrir o marcador em Milão.

Minutos depois, Seedorf aproveitou cruzamento da direita e bateu forte. A bola parou no braço do brasileiro Maicon, mas o árbitro não marcou o pênali para o Milan.

No primeiro tempo, a última grande chance do time rubro-negro veio com Van Bommel, que arriscou de fora da área. A bola desviou em Chivu e enganou Júlio César. Para sorte do goleiro, a bola carimbou o travessão e voltou para suas mãos.

Já a melhor chance da Inter foi aos 37min, quando Sneijder aproveitou cobrança de escanteio pela direita e tocou de cabeça. À queima-roupa, Abbiati se lançou ao chão para espalmar e impedir o gol de empate, apesar da reclamação geral de que a bola teria ultrapassado a linha.

O jogo foi para a segunda etapa com o Milan, de novo, tomando a iniciativa. Logo no início, Pato recebeu na entrada da área, entrou driblando o defensor da Inter Chivu, que fez a falta para evitar o segundo gol rossonero. Pela infração, o romeno foi expulso e deixou a Inter com um homem a menos.

Aos 16min, o setor ofensivo do Milan trocou passes. Seedorf achou Abate livre na área pela direita, que bateu cruzado para o camisa 7 cabecear e ampliar o marcador.

Na metade final do segundo tempo, Robinho e Julio César travaram uma batalha à parte, mas o arqueiro brasileiro levou a melhor sobre o atacante.

O goleiro só não conseguiu evitar o terceiro gol, marcado por Cassano de pênalti. Ele próprio sofreu falta de Javier Zanetti aos 45min do segundo tempo e cobrou para fechar o placar em 3 a 0.

(Portal R7)

Anúncios