A partir do dia 05 de abril, Ídolos volta à grade de programação da Record em sua quarta temporada. A novidade deste ano é que a faixa de idade para participar do programa passa a ser entre 15 a 30 anos. Na edição anterior, era de 16 a 28 anos. O objetivo é contemplar ainda mais o público que gosta e quer participar do reality e, ao mesmo tempo, apostar nos jovens talentos do cenário musical brasileiro. “Tivemos uma grata surpresa com os adolescentes de 15 anos, eles são muito talentosos e enriquecem muito o programa”, afirmou o diretor geral do programa Wanderley Villa Nova.

Uma das grandes surpresas são os jurados estreantes Rick Bonadio e Luiza Possi. Ao lado do já consagrado Marco Camargo, este trio será implacável na hora de escolher os mais talentosos, dar conselhos e, claro, rir daqueles participantes divertidos, que só estão a fim de alguns minutos de fama.

A fase de audições da nova temporada, já gravada, teve recorde de inscritos: 49 mil candidatos. No ano passado, foram cerca de 43 mil participantes. A caravana do reality show passou pelo Rio de Janeiro, onde teve 15 mil inscritos; Uberlândia (MG), com 7 mil candidatos, e Florianópolis (SC), com cerca de 5 mil. A maior audição aconteceu em São Paulo e reuniu 22 mil talentos, um recorde em relação à edição passada, que teve 20 mil. Os jurados Marco Camargo, Luiza Possi e Rick Bonadio viajaram com toda a equipe, avaliando os candidatos de cada região. 

Pela primeira vez, além das audições oficiais, a produção do programa viajou para outras quatro capitais do Norte e Nordeste em busca de talentos: Belém (PA), Salvador (BA), Fortaleza (CE) e Recife (PE). Os candidatos selecionados tiveram ainda a oportunidade de serem ouvidos pelos jurados em São Paulo.

Essa etapa do reality show funciona como uma grande peneira para selecionar um novo ídolo da música. Depois, os selecionados encaram outras fases do programa, consideradas mais rigorosas, como o Teatro e os Concertos, momento em que o público começa a votar para manter seu candidato preferido na atração.

(Portal Bem Paraná)