A Polícia Civil do Ceará indiciou nesta semana um flanelinha sob suspeita de extorsão. Ele exigiu R$ 5 para que uma motorista parasse o carro numa rua próxima a um ponto turístico de Fortaleza. Ela contou que, ao se recusar a pagar, Pedro Henrique Miranda, 18 anos, disse que desse jeito alguém poderia riscar ou quebrar o veículo. Um homem que a acompanhava acabou dando a quantia, mas quando voltaram, cerca de uma hora depois, a janela do carro estava quebrada. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

A bolsa da vítima, com cartões, R$ 300 e documentos, foi levada. O crime aconteceu em 27 de fevereiro deste ano. Para o delegado Valdério Nobre, que investiga o caso, o fato de o flanelinha ter exigido o dinheiro e ter dito à vítima que o carro poderia sofrer danos caracteriza a extorsão. Segundo ele, o rapaz pode oferecer o serviço, mas não obrigar a pessoa a pagar nem estabelecer o valor. O furto ainda está sendo investigado pela polícia. O flanelinha disse que não sabia que era proibido exigir pagamento e que não ameaçou a mulher nem tem relação com o furto.

(Portal Terra)