Seja para manter a energia durante as atividades ou para ganhar massa muscular, os suplementos alimentares sempre foram um grande aliado dos atletas — de academia ou não — na busca por uma performance cada vez melhor. Essas substâncias, à base de proteínas, aminoácidos e açúcares, caíram no gosto dos esportistas, ganharam cada vez mais adeptos, saíram das academias e ocuparam espaço até nos consultórios médicos.

A Vigilância Sanitária, porém, mesmo tendo flexibilizado algumas das normas que regem o consumo dos suplementos, decidiu pedir mudanças na forma de publicidade dos produtos e alertar para excessos no uso. Há relatos que vão de problemas intestinais até malefícios renais e hepáticos decorrentes do abuso das substâncias.

Segundo o nutricionista especialista em alimentação esportiva Vitor Hugo Correia, antes de procurar uma loja especializada, os pacientes devem pedir ajuda de um profissional da nutrição — médicos nutrólogos ou nutricionistas — para determinar que tipo de suplemento deve ser consumido:

— Existem substâncias que ajudam a ganhar músculos, outras que prometem queimar gordura. Há ainda aquelas que dão energia. O uso de uma substância para outro fim pode acarretar um efeito até mesmo contrário ao que a pessoa deseja.

Correia alerta que, ao se introduzir uma substância não natural no corpo, sem a devida orientação, os resultados podem ser bastante negativos. 

— No mínimo, a pessoa vai perder dinheiro, já que em geral esses suplementos são caros. Mas os efeitos negativos podem ser bem piores, e incluem problemas de fígado e rins e aumento de peso — conta o nutricionista.

Ele lembra, no entanto, que quando consumidos corretamente os suplementos são extremamente úteis. 

— Sem eles, é bem mais difícil trabalhar o corpo ou manter a energia em atividades mais intensas. Mesmo pessoas que não são esportistas, mas que vêm de situações em que permaneceram muito tempo paradas, como internações hospitalares, podem utilizar os produtos para recuperarem a massa muscular — afirma.

(Portal Zero Hora)

Anúncios