Um terremoto de magnitude 6,3 na escala de Richter voltou a assustar o nordeste do Japão nesta terça-feira, mas não há informações de vítimas ou danos materiais, indicou a Agência Meteorológica japonesa. O tremor, sentido também em Tóquio, ocorreu às 18h19 local (6h19 de Brasília) e teve epicentro no Oceano Pacífico, próximo à costa da província de Fukushima, a profundidade de dez quilômetros.

O terremoto teve intensidade 4 na escala japonesa fechada de 7, que se centra mais na extensão das zonas afetadas que na intensidade do tremor. A Agência Meteorológica do Japão tinha advertido nesta terça-feira sobre a possibilidade de novos tremores no nordeste do país, com magnitude de até 7 na escala Richter e o risco de suscitar alertas de tsunami.

O organismo explicou que o terremoto de magnitude 9 na escala Richter seguido de tsunami que devastou o nordeste do país no último dia 11 pode registrar réplicas em uma vasta região e pediu às províncias afetadas a não baixar a guarda.

Terremoto e tsunami devastam Japão
Na sexta-feira, 11, o Japão foi devastado por um terremoto que, segundo o USGS, atingiu os 8,9 graus da escala Richter, gerando um tsunami que arrasou a costa nordeste nipônica. Fora os danos imediatos, o perigo atômico permanece o maior desafio. Diversos reatores foram afetados, e a situação é crítica em Fukushima, onde existe o temor de um desastre nuclear.

Juntos, o terremoto e o tsunami já deixaram mais de 8,6 mil mortos e dezenas de milhares de desaparecidos. Além disso, os prejuízos já passam dos US$ 200 bilhões. Em meio a constantes réplicas do terremoto, o Japão trabalha para garantir a segurança dos sobreviventes e, aos poucos, iniciar a reconstrução das áreas devastadas.

(Rádio Tabajara)

Anúncios