BRASÍLIA – A cantora colombiana Shakira disse nesta quinta-feira (17) que quer ser parceira da presidente da República, Dilma Rousseff, em ações para  erradicar a pobreza na América Latina, principalmente as voltadas para o bem-estar das crianças. Shakira se reuniu com a presidenta no Palácio do Planalto e, no encontro, presenteou Dilma com um violão autografado. O instrumento será leiloado e o dinheiro arrecadado reforçará o caixa dos programas de erradicação da miséria, prioridade do governo de Dilma Rousseff.

“A gente falou durante o encontro sobre a possibilidade de trabalhar juntas, para divulgar o que é preciso fazer para as crianças na América Latina”, disse a cantora pop. “O Brasil é um país líder na região, um país que tem uma importância na região e no mundo. Agora temos um desafio para fazer com que todas as crianças até seis anos tenham oportunidade de ir à escola e receber nutrição”.

Shakira disse também que é “uma benção” para o Brasil ter uma mulher como presidente. “É uma bênção que o Brasil tenha uma mulher encarregada. Ninguém como uma mulher para entender a necessidade das crianças”, disse a cantora, que fará hoje à noite um show no estacionamento do Estádio Mané Garrincha, que está fechado para reformas. O estádio sediará jogos da Copa do Mundo de 2014.

Além de conversar com Dilma sobre erradicação da miséria, Shakira convidou a presidente para ir ao show. No entanto, a cantora disse que o convite pode não ser aceito. “Ela [Dilma] está muito ocupada, não pode ter distrações”.

Na Colômbia, Shakira é uma das idealizadoras da Fundação América Latina em Ação Solidária (Alas), fundada em 2006, voltada para a educação infantil. Também fazem parte da Alas artistas e personalidades latino-americanos. Entre os fundadores da Alas estão o jornalista e escritor Gabriel García Márquez, os cantores Miguel Bosé, Alejandro Sanz, Ricky Martin, Daddy Yankee e a cantora e atriz Jennifer López.

(Portal DCI)
Anúncios