O Ministério Público do Estado do Ceará afirmou que vai investigar a denúncia dos policiais do Ronda do Quarteirão que praticaram atos obscenos dentro de uma viatura. O caso foi mostrado nesta quinta-feira (17), com exclusividade, pelo programa Barra Pesada.

Para o promotor de Justiça José de Oliveira Filho, são fortes as evidências de infração penal que ferem o código disciplinar da Polícia Militar (PM). Segundo ele, as investigações serão encaminhadas para a Promotoria de Justiça Militar.

Caso haja indício de crimes penais comuns, o caso também será levado para as Promotorias Criminais, e os policiais serão rigorosamente punidos de acordo com a Lei.

O caso em que os policiais praticam atos sexuais dentro da viatura aconteceu em 2008, mas só agora foi denunciado. Os policias foram afastados do Ronda, mas ainda trabalham para a PM, em unidades diferentes. Na época, um processo administrativo foi aberto, entretanto está aguardando respostas.

Aprospec

Sobre o caso, o diretor de relações públicas da Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Estado do Ceará (Aprospec), Gustavo Simplício, afirmou ao repórter Paulo Campelo que a Associação vai solicitar informações,  junto ao Comando da Polícia Militar, sobre o vídeo e sobre como ele veio parar na TV Jangadeiro.

(Jangadeiro Online)

Anúncios