Os hotéis de Fortaleza deverão chegar a uma ocupação de 97% neste período de Carnaval, estima o presidente da Associação da Indústria de Hotéis (ABIH), Régis Medeiros. Para descansar ou para aproveitar a programação da folia na capital cearense, o visitante começa lotar o balcão de check in hoje.

Medeiros lembra que, até semana passada, a ocupação era de 94%. Ano passado, de sábado de Carnaval a Sexta-Feira Santa, as hospedagens ficaram lotadas em 90,17%.

O intervalo entre as festas carnavalescas e as comemorações de fim de ano, férias escolares e pagamento de impostos anuais contribuíram para uma maior presença nos hotéis, avaliou o presidente da ABIH.

A capixaba Camila Maia, 28, apressou-se em garantir sua vaga em um dos grandes hotéis em Fortaleza. É a primeira vez que está na Terra do Sol. Ainda não sabe a programação das festas. Enquanto não conhece as paisagens e culinária locais, aproveita para relaxar na piscina.

Também para relaxar e “esquecer os alagamentos” da capital paulista, o casal Vinícius Falcão, 36, e Flávia Falcão, 29, veio para Fortaleza. Após longa viagem, conversaram com O POVO e foram descansar. Aliás, “farra” não está nos planos do casal, ele baiano e ela paulista.

O Confort Hotel, por exemplo, vem sentido o reflexo da “venda” do Ceará no País. “Sábado, domingo e até quarta vai lotar, ocupação em média de 90%. Hoje, está em torno de 70%. De alguns anos para cá, o destino tem sido vendido para descanso. De dois anos para cá, a gente consegue fechar dois dias do Carnaval. Depende da data onde vai cair. Em março, fica mais fácil para divulgar, porque não pega o período inicial escolar”, ressalta Juliane Silveira, executiva de compras do estabelecimento.

Nos hotéis aos quais O POVO manteve contato, ontem, a informação repassada é de que o turista é, em sua maioria, da própria região. Mas a Região Norte também está fortemente presente na Capital. Yeda Silva, 57, é de Manaus e traz a família há 10 anos para o Ceará, pelo menos, duas vezes por ano. Geralmente, Yeda hospeda-se no Marina Park Hotel. Da mãe de 86 anos ao filho mais novo, a coordenadora de curso profissionalizante aproveita os mimos dos hotel.

Em outras matérias sobre a presença de turistas em Fortaleza, O POVO mostrou a insatisfação do visitante com alguns serviços. No caso de hotéis, o presidente da ABIH, Régis Medeiros, informa que estão sendo desenvolvidos projetos para resolver o problema.

ENTENDA A NOTÍCIA

Fortaleza é procurada no Carnaval também por pessoas que querem descansar. Passado o fortalecido Pré-Carnaval, a população viaja às praias, ao Recife e ao Rio de Janeiro. Mas chega o turista para curtir a programação gratuita que a Capital vai oferecer.

(Andreh Jonathas – O Povo Online)