Um ataque suicida de um adolescente deixou ao menos 27 cadetes mortos e 20 pessoas feridas em um centro de treinamento militar na cidade paquistanesa de Mardán, na manhã desta quinta-feira (10). O atentado aconteceu em uma instalação do Regimento de Punyab, na província de Khyber-Pakhtunkhwa, segundo um porta-voz militar. Foi o segundo ataque a esse centro em 18 meses.

O jovem vestia um uniforme militar de uma escola civil que fica perto da academia militar. A idade do adolescente não foi confirmada. Ele teria cerca de 15 anos. Segundo o The New York Times, o suicida escolheu o momento da formatura, quando as tropas ficam alinhadas pela manhã, para provocar o maior número de vítimas.

A polícia e o Exército têm sido alvos frequentes dos grupos insurgentes no Paquistão, que combatem as forças de segurança em vários pontos do conflituoso noroeste paquistanês e em áreas tribais fronteiriças com o Afeganistão.

(Época Online)

Anúncios