O Ministério Público do Estado do Ceará, juntamente com o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) e com o Conselho Regional de Farmácia do Ceará (CRF-CE), interditou oito farmácias espalhadas pelo Interior.

A ação de fiscalização integrada ocorreu nas farmácias dos municípios de Limoeiro do Norte, Quixadá, Capistrano, Mulungu, Pacoti, Palmácia e Acarape. As principais causas das autuações foram a falta de profissional farmacêutico registrado no Conselho, bem como a presença de medicamentos com prazo de validade vencidos.

A autuação dos estabelecimentos aconteceu nos dias 26 e 27 de fevereiro. Ao todo, dez farmácias foram fiscalizadas.

(Jangadeiro Online)

Anúncios