Acionistas da rede varejista francesa Carrefour estão considerando a divisão da companhia em três unidades listadas em Bolsa para elevar o valor do investimento, publicou o jornal “Le Figaro” nesta segunda-feira.

Um acordo provisório pode ser fechado na reunião do conselho de administração da empresa, prevista para 2 de março, afirma o jornal francês, sem citar fontes.

As ações do Carrefour subiam 2,9% nesta segunda-feira, enquanto o mercado francês recuava.

“Membros do conselho, auxiliados pelo BNP Paribas, estão trabalhando em uma cisão do Dia [rede de descontos] e Carrefour Property [imobiliário], que podem ser listadas em Paris”, disse o “Le Figaro”.

Um porta-voz do Carrefour se recusou a comentar o assunto.

O grupo deve definir o nível das suas participações futuras, enquanto os acionistas são favoráveis a uma posição majoritária na rede Dia, enquanto a administração pretende ter mais de 50% no Carrefour Property, disse o jornal.

A possível divisão do Carrefour é parte de uma ampla tentativa da companhia de recuperar o preço de sua ação após dois alertas de lucro no ano passado e apaziguar grandes investidores.

“Esperamos uma aceleração na expansão da empresa, em particular na Turquia, Brasil ou Argentina”, afirmam analistas da CA Cheuvreux, apoiando a divisão do grupo.

(Folha Online)

Anúncios