A operação do deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), 45, o palhaço Tiririca, ocorreu sem problema. Ele passou na tarde de hoje por uma cirurgia para retirada de pedras na vesícula, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

O procedimento, feito pelo médico Raul Cutait, durou cerca de uma hora.

Segundo a assessoria dele, o deputado deve passar a noite no hospital.

A internação de Tiririca já estava prevista. Exames realizados logo após uma consulta com o médico teriam revelado a existência de concentração de pedras na vesícula, além de confirmarem a existência de uma gastrite.

A assessoria dele afirma que ele decidiu operar agora por conta dos “compromissos políticos e artísticos” que ele terá a partir de fevereiro, quando assume o mandato.

No final de dezembro, Tiririca foi internado no hospital São Mateus, em Fortaleza (CE), após sentir dores abdominais. Na ocasião, não foi submetido à cirurgia para retirada de cálculos na vesícula, como previsto.

Ele ficou internado para tomar medicamentos. De acordo com a assessoria dele, a operação de hoje não tem relação com a internação.

Com mais de 1,3 milhão de votos, Tiririca foi o deputado mais votado do país.

(Folha Online)