Servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Fortaleza estão em estado de greve. A decisão foi tomada em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira, 28. A paralisação da categoria ainda será discutida em uma nova reunião, na próxima terça, 1º.

Na assembleia desta manhã, foi formada comissão para negociar a greve com a Secretaria Municipal de Saúde, em reunião prevista para a próxima segunda-feira, 31. No encontro, devem ser apresentadas as reivindicações da categoria.

Os servidores alegam que o pagamento da produtividade e das gratificações por horas extras está atrasado há três meses. Segundo a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Fortaleza (Sindifort), Nascélia Silva, os servidores reivindicam ainda a reestruturação do plano de cargos, carreiras e salários; realização de concurso público e cursos de capacitação, além de melhoria das condições de trabalho.

(O Povo Online)

Anúncios