Morreu ontem, vítima de câncer, o ex-vice-presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Francisco Peçanha Martins, 72.

Ele era ministro do STJ há 17 anos quando se aposentou, em fevereiro de 2008. Durante os dois últimos anos de atividade, ficou na vice-presidência do tribunal superior.

Peçanha Martins morreu no hospital Sírio-Libanês (região central de São Paulo) e foi cremado na manhã desta terça-feira (25), no cemitério Vila Alpina (zona leste da cidade).

Ex-ministro do STJ Francisco Peçanha Martins, morto aos 72

Nascido em Salvador, o ministro já integrou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), como representante do STJ, e foi corregedor da Justiça Eleitoral em 2004.

No STJ, assumiu a relatoria de casos como a ação que julgou o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto, por lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

Em seu Estado natal, formou-se advogado pela UFBA (Universidade Federal da Bahia). A especialização foi em Direito Econômico, pela mesma instituição.

Peçanha Martins deixou mulher e dois filhos.

(Folha Online)