O Ministério Público estadual (MP-CE) entrou, nesta quinta-feira (20), com ação civil pública com pedido de liminar contra o Estado, o município de Fortaleza e a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) para barrar as obras de construção do Acquário Ceará.

Além da paralisação, a 2ª Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e Planejamento Urbano quer a retirada de todo o maquinário das construções nos canteiro de obras até a apresentação do projeto e o licenciamento ambiental.

Obra milionária terá caráter multi funcional

Orçado em R$ 250 milhões, o Acquário tem sua primeira etapa da obra orçada em R$ 17 milhões.

Na fase inicial, executada pela CG Construções, deve ser construída uma espécie de esqueleto de concreto de quatro pavimentos, chamada de caixa básica.

O equipamento será instalado no terreno que pertencia ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs).

Com 21,5 mil metros quadrados de área construída e tanques com capacidade para 15 milhões de litros, o Acquário terá em seus quatro pavimentos áreas de lazer, dois cinemas 4D, simuladores de submarino.

(Portal Verdes Mares)

Anúncios