A coligação PR/PPS ingressou com pedido de impugnação de mandato do governador do Ceará, Cid Gomes, informa o site da Folha de São Paulo na noite desta quinta-feira, 13. A coligação questiona as doações de duas empresas, que contribuíram com R$ 700 mil no total para a campanha de Cid Gomes.

Segundo a Folha, as empresas têm autorização da Antaq (Agência Nacional de Transporte Aquaviários) para funcionar. No entanto, de acordo com a lei, empresas concessionárias ou permissionárias de serviço público são proibidas de doarem recursos para campanhas eleitorais.

A empresa Aliança Navegação e Logística alega que não se enquadra na restrição da lei, de acordo com a Folha. A empresa teria uma autorização da agência reguladora para operar e não concessão ou permissão.

Já a CNA (Companhia de Navegação da Amazônia), que doou R$ 500 mil para o comitê eleitoral da campanha de Cid, afirma que não é concessionária ou permissionária de serviço público.
Ainda de acordo com o site da Folha, doações foram feitas pelas duas empresas em outras campanhas. No entanto, elas foram feitas para deputado federal ou senador. O site da Folha afirma que o assessor de imprensa de Cid Gomes não foi localizado para comentar o assunto.

(O Povo Online)
Anúncios