Imagem Ilustrativa

O que Mônica, Pernalonga e Mickey têm em comum? Todos esses personagens disputam o interesse de empresas nordestinas. Com o crescimento acima da média nacional, a região se tornou alvo de investimentos nos mais diversos segmentos e agora está na mira da indústria de licenciamento. Mauricio de Sousa Produções, Warner Bros e Disney já estão operando no Nordeste para associar os seus personagens aos produtos fabricados na região. Alimentos, confecção, higiene pessoal e jogos eletrônicos são os setores com o maior potencial para licenças.

Antes, a maior parte dos produtos licenciados era de multinacionais. Nos últimos anos, as indústrias nacionais começaram a despertar para essa oportunidade. Agora é a vez das empresas regionais. ´Hoje, 25% do potencial de consumo do Brasil encontra-se no Nordeste. É um mercado rico e onde o licenciamento é muito pouco conhecido e explorado`, comenta Marcos Bandeira de Mello, gerente geral das operações da Warner Bros Licenciamento no Brasil, que a partir de janeiro terá um escritório no Recife para atender toda a região.

Há três anos, a Walt Disney Company vem estudando os hábitos de consumo do mercado nordestino e a partir do ano passado passou a promover eventos nas capitais da região com o objetivo de divulgar o processo de licenciamento dos personagens registrados pela Disney. A Fábrica Estrela, com sede em Fortaleza, recentemente adquiriu licenças para biscoitos. ´Notamos que existe uma penetração muito grande das marcas regionais, principalmente no ramo de alimentação. As marcas mais consumidas no Sul e Sudeste não são as líderes de mercado no Nordeste`, afirma Marcos Rosset, presidente da Disney Brasil.

Além disso, há produtos de consumo típico da região, como o cuscuz, que já atrai o interesse da Mauricio de Sousa. Higiene pessoal, confecção e até jogos eletrônicos são outros segmentos a serem explorados. ´Já existem interessados entre as empresas do Porto Digital`, adianta `, adianta Fernando Furtado Neto, da Full Marcas, responsável pelo licenciamento da Turma da Mônica na região.

(Diário de Pernambuco)

Anúncios