A Arquidiocese de Salvador anunciou, nesta sexta-feira, que a missa de beatificação de Irmã Dulce foi marcada para o dia 22 de maio, na Bahia.

Conhecida como “anjo bom da Bahia”, Irmã Dulce teria realizado um milagre que foi reconhecido pela Congregação das Causas dos Santos do Vaticano em outubro, dando fim ao processo de beatificação que corria há nove anos.

O decreto de beatificação foi assinado pelo Papa Bento XVI no último dia 10. O milagre atribuído à ela consiste na recuperação de uma mulher que sofreu uma forte hemorragia durante o parto, e sua saúde já havia sido condenada pelos médicos.

Irmã Dulce será a primeira baiana a receber o título. A beatificação só pode ocorrer quando um milagre é atribuído à religiosa e deve ser, obrigatoriamente, reconhecido pelo Vaticano.

(Portal do Sideny Rezende)