O Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores realizou nesta segunda-feira (20), em Fortaleza, a última reunião de 2010. A direção do partido fez um balanço das ações do PT, durante o ano.

Os petistas destacaram o resultado da eleição presidencial no Estado como um dos pontos fortes de atuação da legenda, mas outros assuntos acabaram dominando a pauta no encontro. Um deles foi a eleição da nova mesa diretora da Câmara Municipal de Fortaleza.

Eleito no último dia 15 deste mês, o presidente da Câmara de Fortaleza, o ex-líder da prefeita Luizianne Lins na Casa, Acrísio Sena, promete que vai trabalhar pela autonomia do legislativo municipal com relação ao poder executivo.

“Eu vou procurar trabalhar com os 41 vereadores, dentro de um caráter de autonomia da Casa, dentro do respeito à pluralidade de pensamentos, ideologias e programas partidários, tendo como meta levar a Câmara mais próxima do povo”, declarou Acrísio Sena.

Luizianne teria ficado constrangida

Já a prefeita, que teria participado das negociações para eleger Acrísio, nega a participação dela nos bastidores. Luizianne falou de constrangimento na escolha de um nome, pois os 2 concorrentes eram do partido dela, o PT.

“Eu fui uma que, na última reunião da executiva, fui contra nós tirarmos posição ou Diretório Municipal ou Diretório Estadual tirarmos posição, já que eram 2 petistas disputando. Não achei que seria justo, ético, a gente tomar essa posição; mas acho que a vida tratou de resolver da melhor forma possível”

(Portal Verdes Mares)