Cielo comemora o ouro e o recorde no Mundial de Dubai

O nadador Cesar Cielo, 23, conquistou a medalha de ouro nos 50m livre no Mundial de piscina curta (25 m) disputado em Dubai, nos Emirados Árabes, nesta sexta-feira.

Na prova mais rápida da natação, com o tempo de 20s51, o brasileiro quebrou o recorde sul-americano e da competição –20s61, que já eram dele–, mas não conseguiu quebrar o recorde mundial (20s30), pertencente ao sul-africano Roland Schoeman, que não se classificou para a final em Dubai.

Este foi o primeiro ouro de Cielo no Mundial de piscina curta. Ele é o atual campeão olímpico e mundial da prova. O segundo colocado foi o francês Frédérick Bousquet (20s81) e o terceiro foi o americano Josh Schneider (20s88).

“É difícil segurar a ansiedade na prova de 50 (metros estilo livre), todo mundo nadando rápido, não pode sair muito atrás, mas também não pode sair como um ventilador”, explicou Cielo ao Sportv, logo após a conquista.

“Mas estou conseguindo fazer tudo certo, é um alívio muito grande, toda vez que temos chances de subir ao lugar mais alto do pódio é sempre muito gratificante, é especial colocar o Brasil de novo lá em cima, é uma glória maior”, completou o brasileiro.

TÍTULOS UNIFICADOS

Após a prova, Cielo exibe a touca com nome dele e do Brasil

 Cielo tentava unificar os títulos e recordes mundiais das provas de velocidade em piscinas de 25 m e 50 m (olímpica). Unificou os títulos. O brasileiro já era campeão e recordista dos 50 m e 100 m livre em piscina olímpica. Ele também ganhou o ouro olímpico nos 50 m em Pequim-2008, além do bronze nos 100 m.

Nas fases classificatórias, Cielo já havia sido o mais rápido. Na semifinail, marcou 20s61 –então recorde sul-americano e melhor tempo da prova na temporada, que teve os maiôs tecnológicos proibidos a partir de janeiro.

O nadador brasileiro havia considerado sua participação no Pan Pacífico, sua principal competição de 2010, um fiasco, por isso queria dar a resposta no Mundial de piscina curta. No torneio em agosto, nos Estados Unidos, ele foi bronze nos 100 m e prata nos 50 m.

Bronze com o Brasil no revezamento 4 x 100 m livre, Cielo ainda nada os 100 m livre no sábado e o 4 x 100 m medley, no domingo.

Com o ouro de Cielo, o Brasil chega a quatro medalhas no Mundial de Dubai. As outras três foram de bronze (a do revezamento, a de Felipe França nos 100 m peito e de Kaio Márcio nos 100 m borboleta).

//

Anúncios