O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro), Domingos Neto, afirmou ontem ao O POVO Online que a categoria pode iniciar uma nova greve de ônibus durante todo o mês de dezembro. Segundo ele, a decisão caberá à categoria, que deve se reunir na manhã de hoje para discutir os rumos das manifestações.

Ainda para hoje, já estão programados o fechamento dos terminais do Siqueira e da Parangaba.

Ontem, além do terminal do Papicu, o terminal de Messejana foi palco de manifestações de motoristas e cobradores. Por cerca de 40 minutos, passageiros que chegavam ao terminal foram obrigados a descer dos ônibus em ruas próximas. Quem estava dentro não conseguiu embarcar. Estruturas de concreto que organizam filas no terminal foram utilizadas para bloquear a saída de veículos.

O passageiro Marcos Façanha, 35, saía do terminal de Messejana por volta das 16h30min depois de desistir de pegar o ônibus após 15 minutos de espera. “Ônibus que é bom nada. Não sei quanto tempo vai durar isso aí”, reclama Façanha., que é motorista particular.

Para ele, o impasse entre empresários e motoristas só se resolverá quando for dado um “reajuste digno” à categoria. Apesar disso, ele diz não entender por que os motoristas continuam “prejudicando a população”.

O eletricista Francisco Edmilson Silva, 43, vinha no ônibus da linha Parangaba-Messejana com destino ao Hospital de Messejana quando o motorista anunciou, numa rua próxima ao terminal, que todos os passageiros deveriam descer. Ele conta que uma fila de ônibus parados foi formada.

“Eu não vou entrar (no terminal) para ser besta. Não tem ônibus. Depois não sabem por que a população se revolta e toca fogo”, indigna-se.

Multas

As paralisações dos motoristas de ônibus foram consideradas abusivas pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) por duas oportunidades: em junho e em agosto.

Por conta da greve realizada em agosto, o TRT chegou a estipular multa de R$50 mil por hora em caso de descumprimento da ordem de retorno imediato dada naquela ocasião.

(O Povo Online)

Anúncios