Prefeitos de 70 municípios paulistas administrados pelo DEM avisaram a Gilberto Kassab que o acompanharão em caso de mudança para o PMDB, informa a coluna “Painel” da Folha.

A eles se somam 14 deputados estaduais e federais. O grupo fixou 1º de fevereiro como data-limite para a migração.

Segundo a coluna, Kassab tem dois discursos distintos sobre seu plano de voo partidário. Quando articula a adesão de prefeitos e parlamentares interessados em manter boa relação com o Palácio dos Bandeirantes, garante que, uma vez no PMDB, não se comportará como adversário de Geraldo Alckmin. Argumenta até que o movimento será importante para conter o avanço do PT em São Paulo.

Já nas conversas com PDT, PSB e PC do B, o prefeito paulistano busca se credenciar como líder de um polo alternativo aos projetos tanto do PSDB quanto do PT no Estado.

(Folha Online)

Anúncios