Finalmente há motivos para os mais de 110 mil funcionários do Banco do Brasil sorrirem. Pressionado pela Comissão de Empresa dos Funcionários (CEF), o banco cumpriu o acordo assinado no ano passado e disponibilizará, a partir desta sexta-feira (19), o plano odontológico para os trabalhadores da ativa e seus familiares.

Essa nova conquista do funcionalismo, reivindicada há uma década, não veio senão depois de muita luta. Em Brasília, o Sindicato realizou uma série de protestos no Setor Bancário Sul (SBS) e nas agências para obrigar o banco a cumprir sua palavra e o acordo assinado em 2008. “Apesar do atraso de quase dez meses para tirar o plano do papel, é uma importante vitória dos funcionários do banco”, afirma Eduardo Araújo, coordenador da CEF e diretor do Sindicato. “Está provado que a saúde bucal vai além da estética. Reflete no bom funcionamento de vários órgãos do organismo e ainda melhora a auto-estima”, acrescenta.

Intitulado BB Dental, o plano é composto de três segmentos: o BB Dental Econômico, BB Dental Executivo e BB Dental Supremo. Todos os funcionários e seus dependentes já foram cadastrados automaticamente no BB Dental Econômico, sem custo.

A viabilização só foi possível após aliança com a OdontoPrev. De acordo com informações do BB, a parceria envolve a criação de uma nova empresa com participação de 75% da BB Seguros e de 25% da OdontoPrev em seu capital social.

Aposentados

Mesmo com essa importante conquista, o movimento sindical não está satisfeito. Vai lutar agora para que o plano odontológico seja estendido a todos aposentados. “O BB também deveria ter estendido o plano aos aposentados, que tanto contribuíram para o crescimento da instituição”, critica Rafael Zanon, diretor do Sindicato.

Rodrigo Couto – Do Seeb Brasília