São Paulo – A partir de novembro, os 180 funcionários terceirizados que trabalham no departamento de operações de cartões do Santander têm motivos para comemorar. O banco resolveu internalizar e conceder a eles os mesmo direitos de bancários. Essa luta vem sendo travada há um bom tempo entre o Sindicato e a instituição financeira.

Além disso, outros 40 funcionários terceirizados de outros departamentos já foram efetivados em outubro e tiveram seus direitos trabalhistas de bancários reconhecidos pelo Santander.

O dirigente sindical Marcelo Sá conta que mesmo diante desse número de efetivações ainda existem no banco muitos trabalhadores em condições precárias e que precisam ser reconhecidos como bancários. “Não é justo que esses terceirizados exerçam as mesmas funções de bancários, como efetuar transações bancárias, lidar com senhas e números de cartões, e ainda assim ganharem menos. Queremos que em todos os setores onde existam trabalhadores terceirizados haja efetivação e sejam reconhecidos como bancários. Essa é a nossa bandeira.”

(Bancários SP)