Com destaque nestas eleições, novas caras se mostraram na política cearense. Em sua maioria jovens, elas ganharam visibilidade no último pleito e podem despontar como lideranças no Ceará.

É o caso do empresário Pedro Fiúza (PSDB), que disputou as eleições como candidato a vice-governador na chapa de Marcos Cals (PSDB). Apontado pelo senador derrotado à reeleição Tasso Jereissati (PSDB) como “o sangue novo que a política do Estado precisa”, Fiúza é cotado pelo partido como o provável presidente do PSDB de Fortaleza. No entanto, o empresário, que é ex-presidente da Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje), não se autodenomina uma nova liderança. “Na política, ninguém se intitula um líder”, contrapõe Fiúza.

Ainda no rol dos empresários, a deputada estadual eleita Fernanda Pessoa (PR) também surge como novo rosto na política cearense. Filha do prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), a empresária diz que o mandato é a “única coisa” nova na política para ela. “Eu cresci no meio político. Desde cedo eu já andava com meu pai nas eleições e conheço a vida pública”, argumenta.

O jovem deputado estadual eleito Júlio César Júnior (PTN), por sua vez, que também possui laços familiares com figuras conhecidas na política do Ceará – ele é filho do deputado estadual e ex-prefeito de Maracanaú, Júlio César (PSDB) -, afirma que, além de dar continuidade a projetos sugeridos pelo pai, ele pretende assumir “novas bandeiras”. E defende: “Não quero que minha imagem fique vinculada somente ao meu pai. Quero construir meu próprio caminho”. 

Câmara Federal

Com maior votação no Estado para deputado federal, o estudante de Direito de 22 anos, Domingos Neto (PSB), filho do presidente da Assembleia Legislativa e vice-governador eleito, Domingos Filho (PMDB), e da ex-prefeita de Tauá e atual secretária de Turismo de Fortaleza, Patrícia Aguiar, é novato na “arte” de legislar. Para ele, que vai ser o mais jovem parlamentar da bancada cearense na Câmara Federal no próximo ano, o desejo de ingressar na política manifestou-se “muito precocemente”, no próprio âmbito familiar.   

Qual sua avaliação sobre as novas caras do cenário político estadual? Comente em www.opovo.com.br 

ENTENDA A NOTÍCIA
Eleitos deputados pela primeira vez nestas eleições, Fernanda Pessoa, Júlio César Júnior e Domingos Neto caracterizam, ao mesmo tempo, a “nova” cara e a presença de jovens na política do Ceará. Pedro Fiúza não foi eleito, mas também despontou no cenário estadual. 

DOMINGOS NETO
Natural de Tauá (Sertão dos Inhamuns), tem 22 anos e é estudante de Direito. Pertence ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) e foi o deputado federal cearense mais votado nestas eleições, com 246.591 votos. É filho do presidente da Assembleia Legislativa e vice-governador eleito, Domingos Filho, e da ex-prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar. 

PEDRO FIÚZA
Tem 31 anos, é filiado ao PSDB e foi candidato a vice-governador nas últimas eleições na chapa do tucano Marcos Cals. Filho do empresário Lauro Fiúza, é ex-coordenador-geral da Associação dos Jovens Empresários (AJE) do Ceará e ex-presidente da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje). 

FERNANDA PESSOA
Filiada ao PR, mesmo partido do seu pai, o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, tem 44 anos. É administradora das empresas da família e dos negócios do pai. Em campanha, suas propostas foram voltadas para o combate às drogas, educação em tempo integral para alunos do Ensino Fundamental e saúde. 

(Ranne Almeida –  O Povo Online)

Anúncios