Os dados ainda não são definitivos, mas dão indicativos de como cresce a população brasileira. O Ceará vivenciou, nos últimos 10 anos, um aumento de habitantes de 10%, mais do que o Brasil no mesmo período: 9,7%. O crescimento da população cearense (8.180.087 habitantes) também foi maior do que o da Região Nordeste, de 8,6%. 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os resultados preliminares da coleta do Censo 2010, apesar de os dados ainda passarem por etapa de verificação. Quem não foi recenseado ainda pode procurar o órgão até o dia 18 de novembro para agendar visitas.

O último censo havia sido realizado em 2000. Desde então, o IBGE faz estimativas populacionais para municípios e estados, com base na Pesquisa Nacional de Amostragem por Domicílio (Pnad). Francisco Lopes, chefe da unidade do IBGE no Ceará, diz que o Estado tem tido uma média de crescimento acima da nacional. No entanto, assim como no restante do País, a tendência é de que o ritmo de crescimento fique mais lento, por fatores ligados à natalidade. “É por causa das medidas de planejamento familiar, da inserção da mulher no mercado de trabalho, do uso de preservativos”.

Lopes também destaca que o Ceará vivenciou em 2010 uma situação climática difícil, que pode ter impulsionado a migração em municípios que apresentaram quedas populacionais em relação ao esperado, de acordo com as estimativas do IBGE para 2009. Atualmente, o recenseamento alcançou 95,6% da população estimada para o Ceará. Até 18 de novembro, quando a coleta se encerra, as equipes de supervisão do censo vão revisitar domicílios classificados como vagos para verificar se realmente não há habitantes.

Fortaleza

O Censo 2010 recenseou 2.315.116 pessoas em Fortaleza. Continua a quinta cidade mais populosa do País. No entanto, mais gente deve entrar para as estatísticas do IBGE, segundo o coordenador do Censo na Capital, Gerônimo Candéa do Nascimento.

Ele calcula que a pesquisa tenha chegado de 93% a 95% do projetado na cidade. Para tornar os dados mais completos, ainda é preciso avançar nos bairros nobres. “É a questão do recebimento dos representantes do IBGE. Imagina se em um condomínio o recenseador faz entrevistas com três pessoas e as 20 não consentem que ele vá ao apartamento?”, questiona. 

O resultado final do censo deve ser divulgado pelo IBGE no dia 29 deste mês. Nos dados preliminares, apesar de ter sido verificado aumento populacional em relação a 2000, a população é menor do que a projetada pelas estimativas do IBGE. Geônimo explica que, quanto mais se afastam da referência inicial, no caso o Censo de 2000, fica mais provável “encontrar um certo erro”. “Toda estimativa tem um prazo específico. Quanto maior o prazo, mais diferente vai ser aquela realidade”, aponta. 

SERVIÇO

Para agendar entrevista do Censo ligue para 3464 5353 

SÃO GONÇALO DO AMARANTE
>A população de São Gonçalo do Amarante cresceu 20,3% se comparamos os números do Censo 2000 com as preliminares do Censo 2010. Ali, o professor José levi Furtado alerta para os investimentos no Porto do Pecém e na estrada de ferro da Transnordestina. 

>Em Horizonte e Pacajus, o professor atribui o crescimento populacional às indústrias instaladas nesses municípios.

>Quanto a Caucaia, o geógrafo já considera como parte da cidade de Fortaleza. “A construção civil inclusive especula os imóveis de Caucaia para construção de conjuntos habitacionais. Quase não se separa mais Caucaia de Fortaleza”, arremata o geógrafo José Levi Furtado. 

CENSO 2010 – DADOS PRELIMINARES

População do Brasil – 185.712.713

> Representa 9,7% a mais do que o Censo de 2000

População do Ceará – 8.180.087
> Representa 10% a mais do que no Censo de 2000 

População de Fortaleza – 2.315.116
> Representa 8,1% a mais do que em 2000 

Crescimento de população por região, entre 2000 e 2010:

> Norte: 20%

> Centro-Oeste: 17,5%

> Nordeste: 8,6%

> Sul: 7,6%
> Sudeste: 7,2%

(O Povo Online)

Anúncios