Na primeira entrevista coletiva que concedeu depois de eleita presidente, Dilma Rousseff (PT) afirmou que a refinaria prevista para ser construída em território cearense é crucial para a exploração do pré-sal, juntamente com os complexos petroquímicos do Maranhão e de Pernambuco. Até agora, no entanto, a refinaria cearense está atrasada em relação à dos estados vizinhos. Nem o terreno está liberado, enquanto as duas outras estão em obras.

Dilma afirmou ontem que as refinarias permitirão o melhor aproveitamento do petróleo do pré-sal. Ela justificou ainda a construção de duas refinarias tipo premium, de maior porte – casos de Ceará e Maranhão. “Temos de ter duas refinarias Premium não por uma mania de grandeza, mas por uma questão estratégica”.

A presidente eleita argumenta que o Brasil não deve exportar petróleo bruto (não-refinado), pois, desta forma, estaria perdendo a maior parte do lucro. Afinal, depois de ser refinado, o petróleo é exportado a um preço consideravelmente mais alto. “Aí entramos numa outra área, a petroquímica, e o ganho sobe acima de 1.000%”, ressaltou.

Ela admitiu ainda que será ela que precisará concluir as obras na região iniciadas no atual governo. “Temos todas as grandes obras de infraestrutura a completar no Nordeste”. Dilma estimou ainda que as obras da transposição do rio São Francisco devem ser concluídas até 2012, beneficiando Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco. “O Nordeste vai ter água pra beber e pra produzir, do ponto de vista agrícola e também industrial”, afirmou.

Disse ainda que a ferrovia Transnordestina, que interligará Piauí, Ceará e Pernambuco, deve ficar pronta entre 2012 e 2013.

Indagada sobre alguns dos principais órgãos federais no Nordeste – a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), ela não entrou em detalhes, limitando-se a afirmar que irá tratá-los “como braços de desenvolvimento do Nordeste”.

Bolsa Família

Dilma se comprometeu ainda reajustar o valor pago no Bolsa Família. Não disse, porém, quando ocorrerá e qual será o aumento concedido. “Não sei dizer qual é esse reajuste, mas que terá reajuste, eu asseguro que terá”.

A futura presidente também confirmou que pretende aumentar o número de beneficiados e atender 100% das famílias necessitadas. Hoje, 12,7 milhões de famílias recebem a bolsa. 

DILMA VAI A PRAIA NORDESTINA
O presidente Lula afirmou ontem que Dilma Rousseff montará o governo “com a cara dela” e negou que tenha pedido a permanência de ministros na nova equipe. “A continuidade é da política, não das pessoas”, afirmou Lula, acrescentando: “Rei morto, rei posto”. 

A presidente eleita embarcou na tarde de ontem para uma praia isolada no Nordeste, de nome não informado, segundo disse um de seus assessores. A petista está acompanhada de dois assessores e dois agentes da Polícia Federal.
 

(O Povo Online)