Brasília – Com base nas pesquisas eleitorais brasileiras, a imprensa internacional tem destacado a vantagem da candidata à Presidência da República Dilma Rousseff (PT) sobre José Serra (PMDB). O Le Figaro, da França, utilizou os dados da pesquisa da Datafolha, que apontou 13 pontos de vantagem de Dilma contra Serra, para ressaltar o fato do número de indecisos ter baixado para 4%.

Além disso, jornais como o El Clarín (Argentina) e o El País (Espanha) também destacaram o caráter agressivo das campanhas de ambos os candidatos, que podem fazer com que o número de votos brancos e nulos aumente. O New York Times chegou a publicar, baseando-se em dados de analistas, que a troca de acusações e o crescente debate sobre o aborto poderiam estar servindo para encobrir problemas do país, como a educação, saúde e a pobreza.

De acordo com os últimos dados levantados pelo Ibope, na noite de quinta-feira (28), Dilma conta com 57% dos votos válidos, contra 43% de Serra.

(Diário de Canoas)

Anúncios