Se há um lugar no Ceará onde a disputa presidencial pega fogo e recebe atenção especial dos coordenadores de campanha, esse local é o município de Viçosa do Ceará, a 365 km de Fortaleza. Essa foi a única cidade cearense em que o candidato José Serra (PSDB) recebeu mais votos que Dilma Rousseff (PT) no primeiro turno, com 49% das preferências, contra 47% da petista. Agora, os petistas querem virar o jogo – e até ameaçam acionar a Justiça para barrar a estratégia tucana. 

Conforme relatou o deputado federal e vice-presidente do PT no Ceará, José Guimarães, o PSDB tem percorrido comunidades de Viçosa com vídeos que trazem depoimentos de líderes religiosos dizendo que Dilma é a favor do aborto. “Vamos entrar com uma ação nacional. Tem um povo muito truculento por ali”, criticou.

Há pelo menos cinco eleições, o PSDB vence com folga as disputas municipais e federais na cidade, que é considerada a “capital tucana” do Ceará (ver quadro à direita).

Em 2002, quando disputou a Presidência da República pela primeira vez, Serra terminou o segundo turno com 62% dos votos viçosenses, contra 37% do hoje chefe do Executivo nacional, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em 2006, os tucanos foram novamente vitoriosos: embora derrotado no restante do País, o então presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) ficou com 54% no município.

Este ano, para tentar acabar com a “mordomia” dos adversários, o PT intensifica o envio de material de propaganda de Dilma, buscando garantir a primeira vitória do partido em Viçosa nos últimos 16 anos.

Até slogan específico foi elaborado: “Viçosa não é mais Serra”, sugere o lema petista, um trocadilho entre o nome do candidato e o fato de o município estar localizado em uma região serrana.

PSDB de olho vivo

Enquanto isso, as ruas de Viçosa fazem jus à fama da “cidade mais tucana” do Estado. Cartazes, panfletos e paredes pintadas com os símbolos do PSDB dão o tom da disputa, com pouco espaço para o PT. Conforme explicou o presidente estadual da legenda, Marco Penaforte, a estratégia foi traçada para “reverter mentiras do PT”.  

Apesar da vantagem apertada, o tucano promete que Serra terá uma “eleição inesperada” no município. Penaforte também garantiu desconhecer os vídeos sobre aborto citados por Guimarães. “O que temos orientado é que os militantes façam valer a verdade, dizendo ao povo o que o senador Tasso (Jereissati) fez pelo Ceará, por exemplo”. (Colaborou Tereza Fernandes). 

HISTÓRICO

2002. No segundo turno da disputa presidencial, José Serra (PSDB) ficou com 62,3% dos votos em Viçosa do Ceará, enquanto Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ficou com 37,6%. Na eleição estadual, o então candidato ao Governo Lúcio Alcântara (ex-PSDB, hoje do PR) também venceu, com 68,5% das preferências no Município.

2004. Para a Prefeitura de Viçosa, venceu o tucano José Firmino de Arruda. Os três vereadores mais votados também eram do PSDB.

2006. Entre os então presidenciáveis Geraldo Alckmin (PSDB) e Lula, a diferença foi menos elástica que em 2002. O tucano ficou com 54,4%; o petista terminou com 45,4%.

2008. Em mais uma disputa municipal, venceu o prefeito tucano Pedro da Silva Brito. O PSDB fez seis dos 11 vereadores da cidade.

2010. No primeiro turno, Serra vence Dilma em Viçosa. 

(Hébely Rebouças – O Povo Online)

Anúncios