Líder nas pesquisas para o governo de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou negativamente de 51% para 49% na última pesquisa Datafolha, enquanto seu principal adversário, o petista Aloisio Mercadante, cresceu quatro pontos percentuais (de 23% para 27%). Embora o tucano possa definir a eleição já no próximo domingo, aumentam cada vez mais as chances de haver segundo turno no Estado.

“Pode-se dizer que aumentou a chance de segundo turno”, afirmou o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, segundo o jornal “Folha de S. Paulo”. A vantagem de Alckmin para Mercadante caiu seis pontos em uma semana. A margem de erro é de dois pontos.

Se tomados apenas os votos válidos (brancos e nulos são desconsiderados), Alckmin tem 54% (tinha 57%), contra 29% de Mercadante (tinha 26%). Se daqui a três dias o tucano tiver mais de 50% dos votos válidos, ele será eleito no primeiro turno.

Na simulação de eventual segundo turno entre Alckmin e Mercadante, o tucano venceria com 57% a 36%. Na semana passada, sua vantagem era sete pontos maior: 60% a 32%.

Os demais candidatos seguem bem abaixo de ambos: Celso Russomanno (PP) tem 9%, Paulo Skaf (PSB), 4%, e Fabio Feldmann (PV), 1%. Os demais não pontuaram.

A pesquisa foi realizada nos dias 28 e 29 deste mês e foram entrevistados 2.202 eleitores. O número do registro no Tribunal Superior Eleitoral é o 89694/2010.

(Redator: Fábio Mendes – EBand)