Tribunais regionais eleitorais de 11 Estados irão abrir neste final de semana, em esquema de plantão, para atender os eleitores que precisam da segunda via do título. Em outros Estados haverá atendimento por telefone para tirar dúvidas.

A partir destas eleições, os eleitores são obrigados a apresentar o título de eleitor e um documento oficial com foto. Antes, era preciso levar apenas um dos dois.

Os eleitores têm até a próxima quinta-feira (30) para solicitar a segunda via do título. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu prorrogar por mais uma semana o prazo ao acatar, por unanimidade, sugestão do corregedor Aldir Passarinho Júnior.

Só poderão pedir a impressão do título os eleitores que se cadastraram até o dia 5 de maio.

Como documento oficial serão aceitos a carteira de identidade, carteira de trabalho ou de habilitação com foto, reservista e passaporte. Já as certidões de nascimento ou casamento não serão admitidas.

PERDIDO OU ROUBADO

O eleitor que não tenha mais seu título –foi roubado ou sumiu, por exemplo– deverá se dirigir a qualquer cartório eleitoral de seu Estado, inclusive numa cidade que não seja a sua de residência, para solicitar a segunda via. Basta levar um documento de identidade.

Nenhum dado poderá ser alterado. O local de votação, portanto, será o mesmo que constava do título de eleitor desaparecido –ainda que a segunda via tenha sido tirada em outra cidade.

GRATUITA

Os cartórios não cobram taxa para imprimir a segunda via, e o título de eleitor fica pronto na hora.

O primeiro turno das eleições está marcado para o dia 3 de outubro, um domingo. O segundo turno, onde houver, será realizado no dia 31 de outubro, também um domingo.

Serão eleitos presidente da República, senadores, deputados federais, governadores e deputados estaduais. Neste ano, os eleitores deverão votar em dois senadores.

Recomenda-se que o eleitor leve uma “cola” com os números de seus candidatos.

O Brasil tem, segundo a Justiça Eleitoral, cerca de 136 milhões de eleitores. O voto é obrigatório para todos os brasileiros maiores de 18 anos e menores de 70. Para os analfabetos e os que têm de 16 a 18 anos ou mais de 70 anos, é facultativo.

AÇÃO CONTRA

O diretório nacional do PT entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade no STF (Supremo Tribunal Federal) contra a lei que exige dois documentos. O partido teme que a exigência faça aumentar a abstenção nas eleições deste ano.

TRIBUNAIS COM PLANTÃO

Alagoas
Das 8h às 14h
(82) 2122-7700
Site do TRE

Amazonas
Das 8h às 18h
(92) 3611-3638
Site do TRE

Bahia
Das 8h às 13h
(71) 3373-7000
Site do TRE

Mato Grosso
Das 13h às 18h
(65) 3648-8000
Site do TRE

Mato Grosso do Sul
Das 13h às 18h no sábado
Das 8h às 18h no domingo
(67) 3326-4166
Site do TRE

Minas Gerais
Das 10h às 19h
(31) 3298-1100
Site do TRE

Paraná
Das 9h às 17h
(41) 3330-8672
Site do TRE

Rio de Janeiro
Das 11h às 19h
(21) 3861-3141
Site do TRE

Rio Grande do Norte
Das 8h às 13h
(84) 4006-5600
Site do TRE

Rio Grande do Sul
Das 9h às 19h em Porto Alegre
Das 12h às 19h no interior
(51) 3216-9444
Site do TRE

Roraima
Das 8h às 18h
(95) 3623-2949
Site do TRE

TRIBUNAIS SEM PLANTÃO

Acre
(68) 0800-642-2227
Site do TRE

Amapá
(96) 3214-1722
Site do TRE

Ceará
(85) 3619-6199
Site do TRE

Distrito Federal
(61) 3441-1000
Site do TRE

Espírito Santo
(27) 2121-8500
Site do TRE

Goiás
Das 13 às 18h
(62) 3521-2114
Site do TRE

Maranhão
(98) 0800-98-5000
Site do TRE

Pará
(91) 3213-4500
Site do TRE

Paraíba
(83) 3214-1200
Site do TRE

Pernambuco
Das 8h às 17h
(81) 4009-9200
Site do TRE

Piauí
(86) 2107-9700
Site do TRE

Rondônia
(69) 3211-2000
Site do TRE

Santa Catarina
(48) 0800-6480148
Site do TRE

São Paulo
(11) 6858-2000
Site do TRE

Sergipe
(79) 3216-8600
Site do TRE

Tocantins
Das 13h às 19h
(63) 3218-6401
Site do TRE

(Folha Online)