Na disputa pela segunda vaga, há empate técnico entre Eunício, que tem 34%, e Pimentel, com 31%. Tasso perdeu quatro pontos, mas ainda tem 14 de vantagem sobre o adversário mais bem colocado, faltando três semanas para a eleição. Cresce o número de indecisos para as duas vagas.

Volta a cair a vantagem de Tasso Jereissati (PSDB) em relação aos adversários Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT) na disputa pelo Senado. Ainda assim, segundo a pesquisa O POVO/Datafolha, a dianteira do senador e candidato à reeleição pelo PSDB sobre os oponentes ainda é expressiva, faltando três semanas para a eleição. Na disputa pela segunda vaga, há empate técnico entre os candidatos de PMDB e PT, situação se que mantém desde a primeira rodada da pesquisa O POVO/Datafolha.
 
 
Tasso caiu quatro pontos percentuais e agora tem 48% das intenções de voto. Eunício passou de 31% para 34%. Pimentel ganhou quatro pontos e chegou a 31%. Caracteriza-se empate técnico entre o peemedebista e o petista em função da margem de erro máxima da pesquisa, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A soma total de votos chega a 200%, considerando-se que são dois votos para senador. Cada candidato, contudo, pode atingir no máximo 100%.

Indecisos
O que torna o resultado mais imprevisível é o fato de que é grande o percentual de eleitores indecisos. Contrariando a tendência natural, de maior definição à medida em que a eleição se aproxima, ocorreu aumento do percentual de eleitores que não sabem em quem votar para nenhuma das duas vagas no Senado. Em julho, eram 16% os eleitores que não sabiam em quem votar para nenhuma das duas vagas. Percentual subiu para 20% em agosto e, agora, o índice é cinco pontos percentuais maior: 25%.
 
 
Os que não sabem em quem votar para nenhuma das duas vagas são ainda mais numerosos: 40%. Em julho, o índice era de 34%, e chegou a 42% em agosto. Considerando tanto o grupo de indecisos para uma quanto para as duas vagas, há 33% de votos indefinidos.
 
 
Há ainda 7% de eleitores que afirmam votar em branco, nulo ou em nenhum candidato para uma das vagas. Outros 4% dizem que não votarão em ninguém, votarão em branco ou anularão o voto para as duas vagas de senador.
 
EMAIS
 
Demais candidatos
Alexandre Pereira (PPS), Raquel Dias (PSTU) e Tarcísio Leitão (PCB) têm 2%, cada. Benedito Oliveira (PCB), Marilene Torres (Psol), Reginaldo (PSTU) e Polô (PV) têm 1%, cada.
 
Metodologia
O Datafolha ouviu 927 eleitores em 41 municípios cearenses. A margem de erro máxima é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) com o número 52908/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 29210/2010.
 
(O Povo Online)