A pouco mais de 20 dias para o dia “D” das eleições, o jornal O Povo divulga nesta segunda-feira (13/09), nova pesquisa da disputa ao Governo do Ceará. Restando ainda três semanas de campanha, Cid Gomes (PSB) alcançou percentual que supera o dobro das intenções de voto dos adversários somados. A nova pesquisa O POVO/Datafolha mostra que o atual governador e candidato à reeleição voltou a subir, enquanto seus principais adversários oscilaram, para baixo, dentro da margem de erro.

Considerando apenas os votos válidos, Cid alcança 69% e seria reeleito já no primeiro turno, caso a eleição fosse hoje. Para isso, um candidato precisa de 50% mais um dos votos válidos. Nesse cálculo, são descartados votos em branco, nulos e indecisos.

Levando-se em conta o total de votos, Cid chegou a 58%, cinco pontos percentuais a mais do que tinha na pesquisa anterior, realizada no fim de agosto. Desde a primeira pesquisa O POVO/Datafolha, realizada em julho, o atual governador acumula alta de 11 pontos.

Seu adversário mais bem colocado, Lúcio Alcântara (PR) agora aparece com 16% seguido pelo tucano Marcos Cals (PSDB), que agora tem 8% das intenções de voto. Na pesquisa anterior, Lúcio aparecia com 19% dos votos enquanto Cals tinha 9%. Comparando com a pesquisa anterior, ambos oscilaram dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Considerando-se só os votos válidos, Lúcio tem 20% e Cals, 10%.

Entre os demais candidatos, o único que conseguiu pontuar foi Francisco Gonzaga (PSTU), que ficou com 1%. Eleitores que declararam votar em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos somam 2%.


Mais números

O atual governador cresceu mais sete pontos na nova pesquisa e agora alcança 64% da preferência do eleitorado de Fortaleza e da Região Metropolitana. Lúcio Alcântara, que tinha 15%, tem agora 12%. Marcos Cals (PSDB) oscilou de 10% para 11%.

No Interior, Cid cresceu de 50% para 55%, enquanto tanto Lúcio como Cals tiveram oscilações negativas: o candidato do PR, de 22% para 19%. O tucano, de 8% para 6%.

Cid Gomes (PSB) também surge como o candidato com menor rejeição. O percentual dos que dizem não votar nele de jeito nenhum é de 16%. Já a maior rejeição é do ex-governador e candidato do PR, Lúcio Alcântara: 28%. A rejeição a Marcos Cals (PSB) chega a 23% das intenções de votos.

23% de eleitores que afirmaram não votar de jeito nenhum em Soraya Tupinambá (Psol). Francisco Gonzaga (PSTU) ficou com 22%. Marcelo Silva (PV) e Maria da Natividade (PCB), a Nati, têm 20% de rejeição. Houve ainda 15% de eleitores que responderam não rejeitar nenhum candidato enquanto 2% afirmaram rejeitar todos eles. Neste caso, o eleitor pode apontar mais de um candidato no qual não cogita votar. Por isso os percentuais são superiores a 100%.

Na pesquisa espontânea, a vantagem de Cid Gomes (PSB) na busca pela reeleição como governador do Ceará também é expressiva. Ele tem 43% das intenções de voto, enquanto Lúcio Alcântara (PR) tem 11% e Marcos Cals (PSDB), 6%.

O Datafolha ouviu 927 eleitores em 41 municípios, nos dias 9 e 10 de setembro. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) com o número 52908/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número – 29210/2010.

De Fortaleza,
Carolina Campos (com informações do Jornal O Povo)