A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) promove nesta quarta-feira, 18 de agosto, seminário de lançamento nacional da campanha “Menos Metas, Mais Saúde”, que tem o objetivo de discutir “como as novas formas de gestão e a cobrança por produtividade têm afetado a saúde mental e a dignidade do trabalhador bancário”.

O encontro acontece às 10h, na sede da entidade (rua Líbero Badaró, 158, 1º andar, Centro de São Paulo), e será transmitido ao vivo pelo site http://www.contrafcut.org.br. Participarão do seminário a médica do trabalho Margarida Barreto e Roberto Heloani, doutor em Psicologia Social e professor e pesquisador da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP).

Estatísticas oficiais têm demonstrado que os bancários estão cada vez mais doentes por problemas de saúde mental relacionado ao trabalho. Uma das principais causas desse adoecimento é a cobrança por metas de produtividade que propicia o assédio moral e outras formas de violência.

A Contraf-CUT convida a todos que tenham interesse em debater o tema do assédio moral e as metas abusivas. “É fundamental que estes assuntos sejam debatidos para que o trabalhador não ‘naturalize’ o problema e se conscientize da importância de se contrapor às metas abusivas e à prática do assédio moral”, afirma Plínio Pavão, secretário de saúde da Contraf-CUT.

Fonte: Contraf-CUT

Anúncios