O Corinthians continua na liderança das torcidas de São Paulo, segundo a 4ª Pesquisa LANCE!-Ibope de torcidas. E sua fatia no coração dos paulistas continua a aumentar. Dos 29% de representatividade em 1998, o Alvinegro que comemora seu centenário no próximo dia 1º passou para 33,4% em 2004 e agora chega a 35,2% dos habitantes do estado de São Paulo. A alta está acima da margem de erro da pesquisa, que está em 1,1 ponto percentual.

O Corinthians manteve a vantagem para o São Paulo, que continua em segundo. O Tricolor passou de 16% em 1998, para 19% em 2004 e em 2010 chegou a 20,8%.

Se a diferença entre os dois primeiros não mudou, continuando em 14,4 pontos percentuais, a vantagem do São Paulo para o Palmeiras explodiu desde o começo da pesquisa.

O Palmeiras tinha 14% em 1998, apenas dois pontos atrás do São Paulo. Em 2004, a fatia dos torcedores alviverdes caiu para 13,3% e a diferença subiu 5,7 pontos.

Em 2010, o Palmeiras aparece com 11,8% da preferência dos paulistas, nove pontos atrás do São Paulo. Em 12 anos, os palmeiras passaram de 87,5% para 56,7% do contingente de são-paulinos. O Palmeiras não só perdeu terreno para os são-paulinos como está sendo alcançado pelos santistas, que voltaram ao patamar de 9% de doze anos atrás (estão de fato em 9,2%). Em relação a 2004, a diferença caiu de 5 para 2,6 pontos percentuais.

DEPOIS DOS QUATRO, MAIOR TORCIDA É A DO FLAMENGO

A torcida do Flamengo, a maior do Brasil, é também a maior torcida de clubes não-paulistas no estado de São Paulo. Tem 1,1% da preferência no estado – algo em torno de 275 mil fanáticos – número maior que os simpatizantes de Guarani, Ponte Preta, Portuguesa, Rio Branco, Inter de Limeira, Noroeste e São Caetano, os outros clubes paulistas citados na 4ª Pesquisa LANCE!-Ibope.

Grêmio, Cruzeiro e Vasco aparecem com 0,3% das preferências paulistas, índice equivalente às torcidas de Guarani e Ponte Preta, as maiores do estado de São Paulo depois dos quatro grandes.

O bloco da torcida nordestina em São Paulo não traz nenhum clube baiano, mas revela uma parcela de torcedores do ASA de Arapiraca (AL) de 0,1%, a mesma quantidade de torcedores de Sport, Santa Cruz e Fortaleza. Também com 0,1% aparecem Atlético-MG, Botafogo e Atlético-PR. Isso provavelmente é uma oscilação estatística.

Quando os torcedores foram questionados também sobre o segundo clube de sua preferência, a torcida do Flamengo ficou mais evidenciada, com 7,0% das preferências. Na condição de segundo time, o Vasco cresce mais que Cruzeiro e Grêmio: ficou com 1,3%, contra 1,1% dos mineiros e 0,7% dos gaúchos. O Fluminense, que não foi citado como primeira opção em São Paulo, chega a 0,8% de simpatizantes como segundo clube, superando o Botafogo, com 0,6%.

A 4ª Pesquisa LANCE!-Ibope de torcidas ouviu 7.109 pessoas em todo o Brasil, a partir de 10 anos de idade, em 141 municípios de todos os tipos e tamanhos. A margem de erro é de 1,2 ponto percentual, para mais ou para menos. Isso significa que resultados separados por pelo menos 2,4 pontos estão em situação de empate técnico.

Matéria aqui:

http://www.lancenet.com.br/noticias/10-08-12/806881.stm?futebol-pesquisa-l-ibope-corinthians-amplia-dominio-em-sao-paulo

Anúncios