O ministro Henrique Neves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aplicou neste sábado (31) mais uma multa ao candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, por “propaganda antecipada”. É a quinta multa aplicada ao candidato tucano nestas eleições. Ainda cabe recurso da decisão.

A multa aplicada ao tucano neste sábado foi de R$ 5 mil. Ao todo, Serra já recebeu penalidades que somam R$ 30 mil. O tucano recorreu de três das quatro multas anteriores.

Na mesma decisão em que puniu Serra neste sábado, Neves multou em R$ 7,5 mil o diretório do PSDB em São Paulo. A suposta “propaganda antecipada” do candidato foi feita no horário eleitoral gratuito  do partido no estado de São Paulo em março deste ano. De acordo com a legislação, a campanha eleitoral só foi liberada a partir do dia 6 de julho.

O ministro considerou como propaganda uma inserção no rádio e na televisão em que Serra “dá excessivo destaque a sua atuação pessoal” mencionando atividades quando foi deputado e prefeito de São Paulo. Neves citou trechos em que o tucano afirma ter “tirado o Seguro Desemprego do papel” e criado o “Centro de Apoio ao Trabalho na cidade de São Paulo”.

(Portal G1)

Anúncios