Dominique Cottrez

A mulher que admitiu ter matado oito dos seus próprios filhos está «aliviada» desde que confessou os crimes às autoridades francesas, conforme revelou esta sexta-feira o seu advogado, citado pela BBC.

«Ela não precisa de carregar mais isto na consciência, é também uma espécie de alívio», disse Frank Berton aos jornalistas.

Dominique Cottrez, auxiliar de enfermagem, pode ser condenada à prisão perpétua por ter sufocado os oito recém-nascidos cujos corpos foram descobertos em duas casas em Villers-au-Tertre, no norte de França.

De acordo com o advogado de defesa, a arguida «é uma mulher bastante sofrida, cansada e abatida», que se encontra num «estado de confusão mental».

Frank Berton sublinhou ainda que Dominique nunca se recusou a ajudar as autoridades.

(TVI)

Anúncios