Ranking do 'The Guardian': 'O sexto sentido', 'Psicose' e 'Os suspeitos' lideram a lista. (Foto: Divulgação)

Uma votação promovida pelo jornal inglês “The Guardian” listou os dez filmes com os finais mais surpreendentes da história do cinema. O resultado foi divulgado nesta segunda-feira (26).

ATENÇÃO! O texto abaixo contém “spoilers”, detalhes da trama que podem estragar a surpresa de quem não viu os filmes.

O ranking é encabeçado pelo suspense “O sexto sentido”, com Bruce Willis e Haley Joel Osment e direção de M. Night Shyamalan. No longa, o ator vive um psicólogo de um  garoto que diz ver espíritos. Ao fim, é descoberto que o próprio psicólogo é um dos mortos vistos pelo menino.

O top 10 segue com um clássico de Alfred Hitchcock, “Psicose”, e com o thriller “Os suspeitos”, de Brian Synger.

O cineasta David Fincher, que fará filme sobre a rede social Facebook, surge com dois longas no ranking, “Clube da luta” e “Seven – os sete crimes capitais”. Já o ator Kevin Spacey protagoniza dois dos finais menos esperados pelos espectadores, em “Os suspeitos” e em “Seven”.

Conheça abaixo a lista dos 10 filmes e seus finais surpreendentes.

1 – ‘O sexto sentido’: Bruce Willis estava morto o tempo todo.
2 – ‘Psicose’: a mãe de Norman Bates estava morta.
3 – ‘Os suspeitos’: Kevin Spacey era o culpado.
4 – ‘Star Wars: o império contra-ataca’: Dart Vader é o pai de Luke Skywalker.
5 – ‘Jogos mortais’: o vilão Jigsaw não estava morto o tempo todo.
6 – ‘Clube da luta’: Edward Norton e Brad Pitt são a mesma pessoa.
7 – ‘O homem de palha’: Christopher Lee planejava matar Edward Woodward o tempo todo.
8 – ‘Os outros’: Nicole Kidman estava morta o tempo todo.
9 – ‘Seven – Os sete crimes capitais’: Kevin Spacey era mais mau do que se pensava.
10 – ‘Planeta dos macacos’: a ação se passa na Terra, no futuro.

(Portal G1)