Aconteceu nos dias 16 e 17/7, em Recife (PE), a X Conferência Regional da Fetec/NE, onde os bancários do Nordeste tiveram a oportunidade de definir as suas principais reivindicações para a Conferência Nacional dos Bancários que ocorre de 23 a 25/7, no Rio de Janeiro. Durante o encontro, os conferencistas aprovaram o índice de 10% de reposição salarial e a contratação da remuneração variável, no bloco referente à questão econômica da campanha nacional 2010.
Durante os dois dias do encontro, os bancários foram divididos em grupos temáticos quando puderam debater sobre quatro eixos: remuneração; emprego; saúde, condições de trabalho e segurança e sistema financeiro nacional. Entre outros pontos, os bancários do Nordeste aprovaram ampliação do horário de atendimento para dois turnos (9h às 17h); eleição de delegados sindicais em bancos privados; adicional de insalubridade e de risco de vida nas áreas identificadas como sujeitas à insegurança; denunciar a violação da lei 7.102/83, que trata da segurança nos bancos; participação dos trabalhadores no Conselho de Administração dos bancos públicos; rediscutir a recriação dos bancos estaduais, entre outras.

Ao final, os conferencistas elegeram os delegados para a Conferência Nacional. O Ceará levará 18 delegados ao evento que ocorre neste fim de semana, no Rio de Janeiro.

Para Ribamar Pacheco, diretor da Fetec/NE, o evento foi muito proveitoso. “Nós tivemos um encontro muito rico, principalmente com relação aos debates que irão nortear a campanha nacional 2010”, avaliou.

Já o secretário de imprensa do Sindicato dos Bancários do Ceará, Tomaz de Aquino, analisa como totalmente viáveis as reivindicações dos bancários. “Diante da lucratividade divulgada pelos bancos até agora, podemos observar que o índice de 10% e a contratação da remuneração variável são o mínimo que os banqueiros podem nos oferecer”, afirmou.

Confira as principais reivindicações aprovadas:

Remuneração
* Piso do Dieese escalonado;

* PLR – R$ 4.000,00 + 5% do lucro líquido linear;
* Reajuste maior para cesta alimentação/refeição;
* Índice: 5% + inflação, ficando em torno de 10%;
* Contratação da remuneração variável;
* PCCS para todos os bancos;
* Isonomia.

Emprego
* Garantia do emprego;

* Ampliação do horário de atendimento ao público com a criação de dois turnos de trabalho (9h às 17h);
* Eleição de delegados sindicais nos bancos privados;
* Pagamento de hora extra a 100%;
* Substituição de terceirizados por pessoal permanente.

Saúde/ Segurança/ Condições de Trabalho
* Manutenção do plano de saúde para aposentados por acidente ou doença ocupacional;
* Adicionais de insalubridade e de risco de vida nas áreas mais apontadas como inseguras;
* Denunciar violação da lei 7.102/83, que trata da segurança nos bancos;
* Uniformizar coletas de dados sobre assédio moral com o objetivo de prevenir a banalização do tema.

Sistema Financeiro Nacional
* Participação dos trabalhadores no Conselho de Administração dos bancos públicos;
* Conselho Gestor Tripartite para o Sistema Financeiro;
* Ampliar representação sindical para toda base do Sistema Financeiro;
* Depósito compulsório para o desenvolvimento sustentável;
* Cobrar regulamentação do artigo 192 da Constituição Federal;
* Atuação dos correspondentes bancários só onde não haja agência e com limite de serviços;
* Rediscutir o retorno dos bancos estaduais.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Anúncios