Entre as dez melhores escolas de Ensino Médio do Ceará, cinco são de Fortaleza, três são de Juazeiro do Norte, uma de Quixeramobim e uma é de Pacajus. Os dados são da pesquisa de desempenho por escola (públicas e privadas) no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009, divulgado nesta segunda-feira, 19, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação.

O desempenho das escolas foi calculado com base na média total obtida por seus alunos nas provas objetivas e na redação. Segundo o levantamento, a escola com maior pontuação no exame foi o Centro Federal Tecnológico do Ceará (Cefet, hoje ITFCE). A instituição, de competência federal, obteve 681,55 pontos, acima da média nacional, que é de 500 pontos, segundo o Inep. De acordo com a pesquisa, 31 alunos da escola participaram do Exame.

A Escola Estadual Professora Maria Júlia Fialho, do município de Independência, obteve a nota mais baixa entre as escolas cearenses avaliadas: 380,65. As dez escolas cearenses com pontuação mais baixa são de competência estadual e obtiveram pontuação entre 380,65 e 410,69. Duas das unidades com pontuação mais baixa são de Independência. As demais escolas são dos municípios de Milagres, Granja, Missão Velha, Crateús, Senador Pompeu, Camocim, Fortaleza e Cascavel (cada município com uma escola).

Brasil

A melhor escola do país, segundo os resultados do Enem 2009, é o Colégio Vértice, particular, de São Paulo, com média total de 749,7. Com 249,25 pontos, metade da média nacional, o pior desempenho no exame foi o da Escola Estadual Indígena Dom Pedro I, em Santo Antônio do Içá, no Amazonas

A participação no Enem é voluntária. Escolas com menos de 2% de participação de alunos no exame não tiveram suas médias divulgadas.

(O Povo Online)