Rio de Janeiro, RJ, 10 (AFI) – O caso envolvendo o assassinato de Eliza Samudio acabou com a carreira do goleiro Bruno. Preso em uma penitenciária de segurança máxima em Minas Gerais, o ex-número 1 do Flamengo teria revelado que tinha um pré-contrato assinado com o Milan-ITA.

Segundo relatos do próprio goleiro para os policiais, que o vigiavam no Departamento de Homicídios nesta sexta-feira, ela tinha um pré-contrato, mas com esse escândalo acabou tendo seu contrato rescindido com seus patrocinadores, com o Flamengo e também perdeu um salário de quase R$ 500 mil que receberia no clube italiano.  

“Me fo… Tinha um pré-contrato assinado com o Milan e perdi tudo. O patrocinador cancelou, o Flamengo suspendeu o contrato”, afirmou o goleiro, que praticamente deu adeus a chance de atuar fora do Brasil e defender a Seleção Brasileira. 

Bruno também vem revelando tudo o que aconteceu com ele durante a sua passagem pelo Flamengo, como festas ao lado de outros jogadores rubronegros. Segundo alguns policiais, parece que o goleiro ainda não se tocou com o que está acontecendo com ele.

(Futebol do Interior)

Anúncios