Portal G1

A jovem Eliza Samudio, 25 anos, está desaparecida desde o início de junho deste ano. Segundo depoimentos ouvidos pela polícia, ela foi sequestrada e está morta.

Nascida em Foz do Iguaçu (PR), Eliza se mudou para São Paulo e posteriormente para o Rio. Em 2009, teve um relacionamento com o goleiro Bruno, então jogador do Flamengo. Ela brigava, na Justiça, pelo reconhecimento da paternidade do filho de 4 meses, que seria do jogador.

Acompanhe os acontecimentos:
Início 2009
Eliza

Eliza Samudio, 25 anos, muda-se para o Rio de Janeiro. Nascida em Foz do Iguaçu (PR), ela morava em São Paulo desde os 20 anos.
Abril maio 2009
bruno

O goleiro Bruno, então no Flamego, e Eliza se conhecem durante uma festa no Rio de Janeiro. Pouco tempo depois, ela descobre estar grávida. O filho, segundo a jovem, seria do atleta.
agosto 2009

abr 2009
Eliza teria dado a notícia da gravidez a Bruno. Ela entra com processo na Justiça do Rio de Janeiro para pedir alimentos gravídicos (ajuda durante a gravidez). Posteriormente, o processo evolui para reconhecimento de paternidade.
out 2009
Eliza Samudio, em vídeo do Extra

Eliza registra na polícia do Rio de Janeiro ocorrência contra Bruno por sequestro, agressão e ameaça. De acordo com ela, Bruno teria tentado obrigá-la a abortar. Eliza deixa o Rio de Janeiro e se muda para São Paulo. Ela vai morar na casa da mãe de uma amiga.
fev 201000

fev 2010

Nasce o filho de Eliza que, segundo ela, seria do jogador.
maio 2010
Eliza vai para o Rio de Janeiro. Uma amiga disse que a jovem iria se encontrar com Bruno.
4 junho
pai eliza

Eliza faz último contato com o pai e a madrasta, que moram em Foz do Iguaçu (PR), pela internet.
5e8junho

macarrao

Nesse período, Eliza teria sido levada para Minas Gerais. Segundo investigações, Macarrão (amigo de Bruno) e um menor teriam ido buscar a jovem no Rio. Também nesse intervalo, Eliza teria feito o último contato com uma amiga de São Paulo.
8junho
carro apreendido

Carro de Bruno é apreendido, em Minas Gerais, por problemas com a documentação. Após perícia, sangue humano é encontrado no veículo.
9jun

9 junho

De acordo com depoimentos ouvidos pela polícia, Eliza foi levada do sítio de Bruno, em Esmeraldas (MG), para uma casa em Vespasiano (MG), onde teria sido assassinada.
2425 junho

A polícia de Minas Gerais recebe denúncias anônimas de que Eliza teria sido agredida, morta, suas roupas queimadas e o corpo ocultado.
24j

Imagem aérea do sítio do goleiro Bruno Sítio do goleiro Bruno, em Esmeraldas (MG), começa a ser vigiado pela polícia.
25j

25 junho

Dayane Rodrigues, mulher de Bruno, é levada à delegacia e, segundo a polícia, autuada por subtração de incapaz.
26 junho

bebe eliza

O bebê de Eliza, de quatro meses, é encontrado na casa de desconhecidos. Segundo testemunhas, Dayane teria orientado um funcionário do sítio a entregar a criança a alguém.
27j

27 junho

Pai de Eliza vai buscar a criança em Minas Gerais.
28j

28 junho

Polícia faz buscas no sítio do Bruno, em Esmeraldas (MG). Roupas de mulher e de criança são encontradas.
30 junho

advogado pai eliza

Segundo o advogado Jader Marques, o pai de Eliza oferece recompensa de R$ 5 mil para quem der informações sobre o paradeiro da jovem.
5julho

5 julho

Polícia recebe denúncias de que corpo de Eliza estaria na Lagoa Suja, em Ribeirão das Neves (MG). Sem sucesso, são realizadas buscas na água e no entorno.

6julho

6 julho

Um menor que estava na casa de Bruno, no Rio de Janeiro, é levado a uma delegacia e ouvido pela polícia. Em depoimento, ele diz que Eliza foi sequestrada, agredida e morta.

Sai contraprova de exame de urina de Eliza, colhida em outubro do ano passado. Foram encontradas duas substâncias que podem estar associadas a efeitos abortivos. Mas, segundo peritos, o laudo não foi conclusivo.

7julho

7junho

Justiça de Minas expede sete mandados de prisão temporária e um de internação provisória do menor que prestou depoimento. No Rio, são emitidos mais dois mandados de prisão. Bruno e Macarrão são alvos nos dois estados. Eles se entregam, no Rio.

Em Minas, exames comprovam que sangue encontrado no carro do Bruno – apreendido em uma blitz – é de Eliza.

Orientados pelo menor que prestou depoimento no Rio, policiais e bombeiros chegam a casa em Vespasiano (MG), onde Eliza teria sido morta. Foram realizadas buscas, mas nada foi encontrado.

8 julho

Ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, suspeito de ter matado Eliza

Polícia afirma, com base em depoimentos, que Bruno estava na casa em que Eliza foi morta no momento da execução. O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Paulista ou Bola, teria assassinado Eliza por asfixia mecânica e jogado a mão dela para cães da raça rottweiler. Ele é preso.

São realizadas buscas, sem sucesso, em um sítio que seria usado por Santos para adestrar cães.

Bruno e Macarrão são transferidos para Minas Gerais.

9julho
Mãe da eliza

O filho de Eliza é entregue para a mãe da jovem, Sônia Fátima Moura, que conseguiu na Justiça a guarda provisória da criança.

Mais três suspeitos de envolvimento são presos em Minas Gerais. São eles: Flávio Caetano de Araújo, Wemerson Marques e Elenilson Vitor da Silva. Com isso, não há mais foragidos.

Fonte: advogado Jader Marques, que representa a família de Eliza Samudio, e polícias de Minas Gerais e do Rio de Janeiro
Anúncios