Uma blitz realizada pelo Ministério Público do Estado do Ceará, através do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor-DECON (Procon Estadual), integrada ao Conselho Regional de Farmácia do Ceará (CRF-CE), interditou nesta quarta-feira (30), mais três farmácias em Fortaleza.

Segundo o Procon, a falta de profissional farmacêutico responsável, inscrito junto ao Conselho Regional de Farmácia (CRF/CE), foi o principal motivo das interdições.

Foram autuadas as seguintes farmácias

SANFARMA SANTO ANTONIO FARMACÊUTICA LTDA. Nome Fantasia: FARMÁCIA DOSE CERTA – 13.  Rua Liberato Barroso, n° 381 – Centro.

FLOR DE LOTUS COMERCIO DE PRODUTOS NATURAIS. Rua Major Facundo, n° 1172 – Centro

PHARMACE – FARMACIA DE MANIPULAÇÃO DO CEARÁ LTDA. Nome Fantasia: PHARMACE (PHARMAPELE). Av Treze de Maio, n°1190 – Bairro de Fátima.

Os infratores estarão sujeitos a penalidade de multa, que varia de 200 UFIRCEs (R$ 485,14) a 3.000.000 de UFIRCEs (R$ 7.267.100,00), apreensão e perda dos medicamentos comercializados, que serão doados para as obras sociais do Estado do Ceará.

O exercício ilegal da arte farmacêutica é crime (art. 282 do Código Penal), que comina pena de detenção de seis meses a dois anos.

(Portal Ceará Agora)