Brasília – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu nesta sexta-feira três representações do Ministério Público Eleitoral (MPE) que pedem punições ao candidato à Presidência da República, José Serra, ao seu partido, o PSDB e aos autores de um blog que faz campanha para o candidato tucano por propaganda antecipada. 

Em uma das ações, o Ministério Público Eleitoral (MPE) viu irregularidades em outdoors instalados em ruas de São Bernardo do Campo (SP) entre os dias 12 e 15 de abril. Eles traziam imagens de Serra e do candidato a deputado estadual Orlando Morando, também representado na ação, fazendo alusão à conclusão da obra do Rodoanel como um “presente”. 

A vice-procuradora Eleitoral Sandra Cureau disse que o MPE já havia reportado o fato à Justiça Eleitoral e que o PT obteve no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) liminar para a retirada da propaganda irregular. A ação pede multas para Serra e Morando por propaganda eleitoral antecipada. 

O MPE também entrou com uma representação contra Serra e o PSDB por propaganda eleitoral antecipada em inserções veiculadas em rádio e TV no último dia 29 de março. Segundo o Ministério Público Eleitoral, Serra “utilizou-se das inserções partidárias do PSDB para personificar e enaltecer suas supostas realizações”, quando exerceu cargo de ministro e de governador de São Paulo. 

Em outra ação, o MPE pede que o TSE retire da rede mundial de computadores (internet) o site amigosdoserra.com.br, por fazer propaganda eleitoral antecipada, além de referências negativas à candidata petista, Dilma Rousseff.

(O Globo Online)

Anúncios